BarColorado no Facebook

sábado, 17 de setembro de 2016

"Torcida Apatica" - Teatro Beira Rio





Em entrevista a RBS o presidente Piffero disse que achou a torcida apática no jogo contra o Vitória.

Criamos então o Manual Teatro Beira Rio ( Dois jogos por  R$ 15,00 )

Quando os zagueiros ficarem trocando bola sem saber o que fazer: Aplaudir
Quando os volantes voltarem para receber a bola e devolverem para os  zagueiros: Aplaudir
Quando Roth tirar Seijas e colocar  o Sasha : Aplaudir
Se o time estiver perdendo e tivermos uma falta na intermediaria do adversário e recuarem para o meio campo: Aplaudir
Goleiro sair catando borboleta: Aplaudir
Caso Sasha cair de bunda no chão sozinho com a bola: Aplaudir
Paulão e Ernando sendo armadores : Aplaudir
Valdivia displicente parecendo um peladeiro: Aplaudir
Nico López ser fominha e querer resolver tudo sozinho: Aplaudir
Quando Willian voltar da seleção:Aplaudir
Quando Dourado voltar de lesão: Aplaudir
Quando o Brenner e Anderson  estrearem: Aplaudir
Quando chegar um lateral esquerdo no Inter: Aplaudir
Quando ficar 14 jogos sem vencer no Brasileirão: Aplaudir 
Final de jogo se o sistema de som ficar a todo volume tentando abafar o protesto da torcida: Aplaudir
Caso  brigada jogue  gás de pimenta no final do jogo em gente do bem que não fez nada de errado: Aplaudir
Final do ano se na eleições  essa direção não se reeleger: Vaiar

Ainda podemos sair dessa presidente.
Os problemas  são no vestiário e no elenco e não com a torcida!
#Ficaadica


segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Camisetas Barcolorado




Ultimas peças no estoque


Camisetas Confeccionadas em  algodão fio 30


R$ 25,00  + correio


Somente nas cores e tamanhos abaixo mencionados


Contatos pelo blogbarcolorado@gmail.com


 


 



Camisetas Unissex

Tamanho M Laranja

Tamanho G Preta

Tamanho GG Rosa

Tamanho GG Vermelha

Tamanho GG Preta

Tamanho XXG Vermelha

 

Camisetas Babylook

Tamanho GG Preta

Tamanho GG Branca

Tamanho GG Vermelha

Tamanho G Preta

Tamanho G Vermelha

Tamanho M Preta

 

Regatas Unissex

Tamanho GG Preta

Tamanho G Verde Bandeira

Tamanho G Vermelha








sexta-feira, 29 de julho de 2016

#10AnosLibertadores -Parte 4






 22/03/2006



VIRADA ESPETACULAR DO INTER PARA CIMA DO PUMAS



Adriano marcou o gol da virada: Inter encaminhou vaga às oitavas-de-final da Libertadores (foto: Daniel Boucinha)
Diante de 43 mil pessoas, o Internacional derrotou o Pumas por 3 a 2, de virada, na noite desta quarta-feira no Beira-Rio, em partida válida pela quarta rodada do Grupo 6 da Copa Libertadores da América. O time mexicano chegou a estar vencendo por 2 a 0 com gols de Galindo e Botero até que Michel descontou para o Inter no final do primeiro tempo. Fernandão empatou aos 7min55seg do segundo tempo e Adriano marcou o terceiro gol aos 30min30seg da etapa final. Com a vitória, o time colorado manteve a liderança com 10 pontos e encaminhou a classificação às oitavas-de-final da competição.
O Inter entrou em campo sob o melhor ambiente possível. A torcida colorada compareceu em massa e encheu o Beira-Rio. O time colorado foi recebido com uma grande festa: os 43 mil torcedores cantaram alto, abriram bandeiras gigantes, soltaram fumaça vermelha e lançaram fogos de artifício, deixando o estádio ainda mais bonito.

Bandeira gigante foi desfraldada na arquibancada no começo do jogo

Torcida compareceu em grande número para incentivar o Inter...

E deu show nas arquibancadas do Beira-Rio (fotos: Daniel Boucinha)
O time do técnico Abel Braga começou pressionando. Aos 2min30seg, Ceará recebeu na entrada da área e chutou forte por cima. Em seguida, a equipe mexicana surpreendeu o Inter pela primeira vez na noite. Aos 3min55seg, Roma conseguiu salvar uma bola que estava saindo pela linha de fundo e cruzou rasteiro para Galindo chutar de primeira no canto: 1 a 0.
O gol não abalou o ânimo do Inter. Aos 6min40seg, Tinga pegou rebote de fora da área e colocou no canto, mas Bernal conseguiu salvar com um tapa para em seguida se chocar com o poste. Aos 8min5seg, Ceará cobrou escanteio e Fernandão cabeceou por cima. O Pumas marcava com muitos jogadores atrás e saía em contra-ataques rápidos. Enquanto isso, o time colorado buscava as jogadas pelas laterais, especialmente com Rubens Cardoso, pela esquerda.

Tinga foi um dos destaques da partida (foto: Jefferson Bernardes/VIPCOMM)
Aos 12min40seg, Iarley arriscou de fora da área, mas a bola subiu muito. Aos 16min, de novo Iarley roubou a bola pela esquerda e cruzou para Michel, que chutou na área para boa defesa de Bernal. No rebote, Fernandão, livre, chutou de pé esquerdo por cima, quase empatando.
Aos 19min25seg, Perdigão pegou rebote de fora da área e concluiu por cima. Aos 20min20seg, Tinga recebeu na área e foi derrubado, mas o juiz argentino nada marcou. Iarley buscava articular as jogadas com uma boa movimentação pelo meio. Aos 24min38seg, Rubens Cardoso cruzou e Fernandão cabeceou ao lado do gol. Aos 25min30seg, novamente Rubens Cardoso ergueu a bola pra Fernandão ajeitar e Tinga arrematar para boa defesa de Bernal.
Aos 27min10seg, Fernandão recebeu na área e chutou cruzado de pé esquerdo ao lado do gol. Aos 31min15seg, Rubens Cardoso cruzou e Michel cabeceou na trave. Quanto o Inter pressionava e dominava a partida, levou o segundo gol. Aos 34min40seg, Botero cobrou falta rasteiro, a bola passou pela barreira e Clemer não conseguiu defender: 2 a 0.
Quando pareceia que o time colorado iria sentir a desvantagem, chegou ao primeiro gol. Aos 36min55seg, Iarley matou a bola na área e cruzou rasteiro, Bernal desviou mas a bola sobrou para Michel só empurrar para o gol de pé esquerdo: 2 a 1. Foi o segundo gol de Michel na competição e o sétimo na temporada. Aos 38min, Michel deu grande passe para Tinga, na área, que tentou desviar, mas Bernal salvou com grande defesa. Aos 39min, Rubens Cardoso cruzou e Bolívar cabeceou por cima. Foi a última chance da primeira etapa, que teve um resultado injusto, já que o Inter dominou e criou mais, enquanto o Pumas marcou 2 gols nas únicas 2 chances que teve.

Michel está descontando para o Inter (foto: Daniel Boucinha)
No intervalo, o técnico Abel Braga fez duas substituições para tornar o Inter mais ofensivo em busca da virada. Saíram Iarley e Perdigão e entraram Rentería e Mossoró.
E deu certo. E como deu. Mas antes da virada, a etapa final começou nervosa. Com três minutos, Rubens Cardoso e Palácios já haviam recebido o cartão amarelo. Aos 4min30seg, Fabinho pegou rebote do escanteio e concluiu por cima. Aos 7min5seg, o empate. Tinga, um dos destaques do jogo, deu um carrinho sensacional no meio-campo, recuperou a bola e abriu na ponta para Michel cruzar. O goleiro Bernal tentou defender e soltou nos pés de Fernandão, que completou de pé esquerdo: 2 a 2. Foi o terceiro gol de Fernandão, goleador colorado na competição, e o sexto na temporada.

Fernandão parte para a comemoração do empate (foto: Daniel Boucinha)
O jogo se tornou franco com chances para os dois lados. Ao mesmo tempo que atacava com vários jogadores, o Inter dava espaços para os mexicanos. Aos 8min20seg, quase a virada. Michel cruzou da direita de novo, Rentería completou de primeira na segunda trave e Bernal salvou quase em cima da linha. Aos 9min50seg, Salinas driblou dois, entrou na área e chutou para fora, dando um grande susto na torcida colorada. Aos 11min43seg, Mossoró arrematou de fora da área e Bernal defendeu com dificuldades. Dois minutos depois, Marioni quase alcançou a bola na pequena área, depois de escanteio.
Aos 18min, o Pumas modificou o time pela primeira vez: saiu Morales e entrou Velarde. A partir dos 20min, o time colorado passou a pressionar mais em busca da virada e dominou o jogo. Aos 20min45seg, Rubens Cardoso cobrou escanteio e Ceará cabeceou no travessão. Em seguida, aos 21min, Michel deu lugar a Adriano. Três minutos mais tarde, Fernandão deu grande passe para Adriano, que entrou na área e chutou para fora. Aos 24min30seg, saiu Roma e entrou Hernandez no Pumas. Aos 29min45seg, Rentería recebeu de Adriano e chutou para grande defesa de Bernal. No rebote, o colombiano cruzou, mas a bola atravessou a área sem que ninguém completasse para o gol.
Aos 30min30seg, o gol da virada que deixou o Beira-Rio em êxtase. Ceará cruzou da direita com perfeição, Fernandão ajeitou de cabeça e Adriano, também de cabeça, acertou o ângulo: 3 a 2. Foi o primeiro gol de Adriano com a camisa colorada. Aos 33min25seg, Mossoró entrou a dribles na área e concluiu na rede pelo lado de fora.

Adriano marcou seu primeiro gol com a camisa do Inter (foto: Jefferson Bernardes/VIPCOMM)
Aos 38min, o jogo se tornou dramático para o Inter. Rubens Cardoso, lesionado, teve que sair de campo, deixando o time com um jogador a menos porque o técnico Abel Braga já havia feito as três substituições regulamentares. Mas aos 40min, Mossoró recebeu um pontapé de Castro, que foi expulso deixando os dois times com 10 jogadores. Mossoró, por sinal, foi fundamental nos minutos finais para prender a bola no ataque e cavar faltas. Aos 45min15seg, Tinga chutou de fora da área e Bernal salvou com grande defesa. Depois disso, o Inter tocou a bola e garantiu a vitória.
Depois da partida, Abel invadiu o campo, abraçou os jogadores, que foram até a torcida para agradecer o apoio durante toda a partida. Abel, por sinal, bateu um recorde na noite desta quarta-feira. Ele é o treinador que mais comandou o Inter em jogos da Libertadores: são 16 jogos contra 15 de Ênio Andrade.

Jogadores retribuiram o apoio incondicional da torcida durante os 90 minutos (foto: Daniel Boucinha)
?Foi importante a determinação de todos. Foi uma virada a la Internacional. Foi uma virada a la brasileira. Brasileiro também tem garra e força para virar jogos?, afirmou Fernandão, na saída de campo, respondendo uma pergunta se foi uma vitória ?a la argentina?.
?O Abel foi fundamental no vestiário para a virada?, elogiou o goleiro Clemer.
?Foi uma vitória na bola e no coração. Está todo mundo de parabéns?, disse o atacante Michel.
?Foi uma virada maravilhosa: na prensa, na garra, na determinação. É um sofrimento, mas é muito bom ganhar assim?, festejou o presidente Fernando Carvalho.
?Prepare o seu coração. Tem muita emoção pela frente. Foi uma partida emocionante. No segundo tempo, embalados pela torcida fantástica, viramos o jogo de uma forma convincente. Somos os brasileiros melhores colocados na competição, ao lado do Goiás?, comentou o vice-presidente de futebol, Vitório Piffero.
?Foi fantástico. Ninguém arredou o pé, ninguém parou de incentivar. Os jogadores se sentiram orgulhosos de fazer parte deste clube. O torcedor sentiu que o resultado era injusto e incentivou o tempo todo. Sofremos, mas tivemos a competência necessária para virar o resultado.?, analisou o técnico Abel Braga.

Internacional (3): Clemer; Ceará, Bolívar, Fabiano Eller e Rubens Cardoso; Fabinho, Perdigão (Mossoró), Tinga e Iarley (Rentería); Michel (Adriano) e Fernandão. Técnico: Abel Braga.
Pumas (2): Bernal; Castro, Palácios e Moreno; Morales (Velarde), Galindo, Spinoza, Botero e Salinas; Roma (Hernandez) e Marioni. Técnico: Miguel España.
Gols: Galindo (P), aos 3min55seg do primeiro tempo, Botero (P), aos 34min40seg do primeiro tempo, Michel (I), aos 36min55seg do primeiro tempo, Fernandão (I), aos 7min55seg do segundo tempo, Adriano (I), 30min30seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Galindo, Palacios (P), Fabinho, Perdigão, Rubens Cardoso, Fernandão, Fabiano Eller (I). Expulsão: Castro (P). Renda: R$ 498.175,00. Público: 42.528 (37.593 pagantes). Arbitragem:Sérgio Pezzotta, auxiliado por Rafael Furchi e Juan Carlos Rebollo (trio argentino). Local: Estádio Beira-Rio.

Ocorreu um erro neste gadget

Créditos:

Todas as imagens que ilustram este site foram retiradas da Internet. Caso o detentor de direitos autorais das imagens não queira as mesmas exibidas neste espaço, gentileza entrar em contato para que sejam prontamente retiradas.Bem como citações.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *