sábado, 6 de fevereiro de 2016

Porque ficamos sem D'Alessandro. Por Rosita Buff


                  Porque ficamos sem D'Alessandro. Por Rosita Buffi.


Deixei para me pronunciar, depois da comoção total, que sabia ia atingir nossos leitores. Sabíamos que VCS ficariam tristes, revoltados, órfãos. Faz algum tempo que D'Ale nos preparava para esse dia, sua saída do Inter, mas nem nós poderíamos prever que seria assim. Tão rápido. E não foi fácil para ele. Deixar um Clube q conquistou tudo: torcida, títulos, amigos, honra. Ele ama o INTER como poucos jogadores amam um Clube. Saiu de coração partido. Creiam. Mas aí a pergunta: Por que saiu?? Saiu porque o River lhe quis. Essa direção do Inter não o queria. Eles estavam em uma posição de duelo cm nosso Capitão: Sempre tentando entrar em conflito. Era escutado nos corredores, nas entrelinhas, nos puxa sacos desses mandantes nas redes socias : Temos que nos livrar de D'Alessandro. Por motivo político, sujo e mesquinho. D'Ale não se envolvia em política, D'Ale era um líder da torcida. Era pela torcida que ele aguentou muita coisa. Tinha um entendimento de amigo com ela, amava, agradava,discutia, brigava, e fazia as pazes. Nos representava em campo como nenhum outro jogador o fez. Se magoava quando escutava do torcedor ,que o queria longe, fora daqui, que era velho, fim do ciclo, porque nunca isso foi verdade, ele tinha e ainda tem muito para jogar. E ainda tem a parte do respeito. Por tudo que ele aguentou, e mesmo assim o cobravam ao extremo. Tudo era culpa dele. Mas  a maioria sabia que tudo que ganhavamos  era graças a ele . Para esse torcedor medíocre, que hoje afirma que D'Ale foi tarde, deixo o meu desprezo, minha indignação, minha raiva, vocês tiveram sim culpa da saída dele. E quero que um dia possam dizer que ele faz falta, e juro q esse dia irá chegar. Gente de memória curta, torcedor chato, corneteiro e que definitivamente não precisamos torcendo pelo Inter. Muito vi meu ídolo ser açoitado, acuado, alvo de mentiras, infâmias, calúnias por parte da mídia, foi tratado como um robô, sem sentimento, capaz de qualquer coisa para ter controle de vestiário, direção, técnico, companheiros, quanta bobagem!! D'Ale só queria jogar. "D'Ale bateu no fulano, D'Ale brigou com companheiro, D'Ale saiu antes do treino, D'Ale deu chilique no vestiário, D'Ale não quer jogar, não está machucado." Quanta mentira. Quanto jornal com colunas baratas e medíocres sendo vendidos a custa do caráter e honra de nosso D'Ale. Quantos reportes , cujos diplomas não existe, se fazendo em cima de sua imagem. Quantos profissionais colocando comida a mesa a custas de especulações, invencionices, tudo pelo minuto de clics que sabiam, uma mentirinha sobre D'Ale os daria. Quantos paspalhos nas rádios com microfones na mão, difamando, tecendo teorias e teses infundadas, motivos? Pessoais. D'Ale nunca quis dar uma entrevista, nunca  deu ibope, e tem um, mal amado que fala em D'Ale em TODOS os seus  programas, todos! "Não é Craque".  Mentem, inventam, corrompem a mente do ouvinte com estatísticas estapafúrdias "Inter jogará melhor sem D'Alessandro." "2013, 2014, Inter não foi bem". Como se D'Ale sozinho, tivesse jogado esses dois anos. Apenas um recado, 20 gols em 2013, e Prêmio EFE.
Para tantos outros gostaria de mandar uma pergunta? E agora? Farão o que da vida sem o D'Alessandro???
Infelizmente olho para o passado recente do Inter, um ano atrás, tínhamos D'Ale, Aguirre, Aranguiz, Nilmar, Lisandro López, e agora, temos o que em campo???? Essa direção acabou cm nosso Inter, nos transformou em um time qualquer, sem referência , sem Craque. Estou sem vontade se ir a campo. Sem vontade de torcer. Desanimada. Triste. Com o coração partido. Mas isso vai passar. E vou ir sim a todos os jogo. Sabem porque? Até o fim do ano essa direção cai. Eles não são o Inter. Eles estão "Inter", nós somo o COLORADO.  " A torcida carrega o Clube" diz Andrés. Vou fazer o possível para nunca mais pisarem os pés na direção do meu amado Clube. Meu, teu ,do D'Ale. Não esqueçam ele é sócio. E eles sabem que perderam para ele. Sua derrocada começou no momento que o desprezaram, o deixaram sem respostas, sem condições de trabalho, atrasos de pagamentos, o colocaram nos jornais , estampando situações que só caberiam a eles saber, quando não o protegeram nas diversas vezes que a midia se manifestava contra algo , sendo verdade ou mentira. Não o trataram como devia, um CRAQUE, o Patrimônio do Clube. E Dale sentiu isso, não tinha mais clima, como iria responder em campo??? Então, apesar de a torcida do River, ainda ter mágoa por ele sempre preferir o Inter, aceitou  a proposta, e foi. Porque o River o queria, era esperado, era querido, era o sonho! Ele foi ,repito com o coração partido. Mas volta. Eu sei. Ele volta. " Todo Guerreiro de Luz sabe a hora de sair de uma batalha, para voltar depois mais forte, e ganhar a guerra."
Te aguardamos D'Alessandro. E aqui, sempre de braços abertos. Não deixaremos de segui-lo, de acompanha-lo. El sabe que o Blog continuará, seremos o elo dele com a torcida. Seremos para sempre teus bruxinhos. A amizade, como tu bem falou D'Ale, não tem Adeus. 


Rosita Buffi

                                    Montagem: Rosália Colorada 


sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Musa Colorada 2016 - Franciele Schneider Rossetti

 Parabéns Franciele Schneider Rossetti

Nós do Barcolorado te desejamos  um belo Reinado Colorada 













Fotos: Mariana Capra

EDINHO - sendo INHO




EDINHO - sendo INHO
Depois de receber várias mensagens, vou registrar a minha opinião, por mais este desastre no final da carreira do Edinho.
A entrevista de ontem, ainda é resquício da polêmica que o envolveu se manisfestando como torcedor do INTER num grupo de whatsapp e enviando foto tomando cerveja na concentração do Grêmio no mesmo dia. Resultado - Edinho afastado do grupo principal daquela época. Entendi como correta a postura da direção tricolor.
Com a chegada do Roger, Edinho volta a ter uma oportunidade de treinar com o grupo e conquista a titularidade. Desde então, vem tentando se regenerar com a torcida gremista, comparando até grenal com mundial. Até aí tudo bem, mas acho que ontem ele cometeu uma fatalidade, sim, FATALIDADE.
- Ao se posicionar dizendo que o grupo atual do Grêmio é superior ao que ele fazia parte em 2006 (quando ganhou apenas a Libertadores da América e Mundial sobre o Barcelona), ele não atacou o Internacional, e sim, seus colegas e acredito até, amigos de profissão.
- De quebra, acabou involuntariamente, ENALTECENDO a gestão da época, afinal, se não se tem time, que ao menos se tenha DIREÇÃO para justificar tamanho feito.
- Conseguiu também, transferir uma baita responsabilidade sobre grupo atual e direção do Grêmio, afinal, com este baita time, nada justifica o Grêmio passar em branco mais um ano.
E agora Edinho......, questionado pelo torcedor gremista e odiado pelo colorado, onde a sua mente insana mira para os próximos anos?
Fica a comprovação que um atleta só se eterniza na figura de um ídolo quando corpo e mente se desenvolvem dentro e fora do campo. - Vide Fernandão, Falcão.....
Que coincidência.... ÃO dá a dimensão de GRANDEZA, já INHO determina o diminuitivo.
Muito justo!
Bem feito pra ti, edINHO!
Um abraço e de nada por tudo!

Gabriel Rost - Consul Taquara 





Siga o BarColorado

Créditos:

Todas as imagens que ilustram este site foram retiradas da Internet. Caso o detentor de direitos autorais das imagens não queira as mesmas exibidas neste espaço, gentileza entrar em contato para que sejam prontamente retiradas.Bem como citações.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *