Kako Kanidia

 Kako Kanidia



Nome:  Kako Kanidia
  
Profissão: músico, empresário, diretor de futebol, dono de casa kk

Uma Palavra: desafio

Uma lembrança de infância: Tubarão - SC

O que gostas de fazer nas horas vagas? ver jogo na TV e brincar com a filha

Um Livro: infelizmente não tenho essa hábito da leitura

Que tipo de música toca no som do carro? Com a filha no carro só toca Ataque Colorado, impressionante como tenho escutado nestes dias, sem ela sou retro só escuto anos oitenta e noventa



Um lugar Inesquecível: Montevidéu, e ilha do Mel muito bacana

Um sonho: ah são tantos, como pisciano vivo sonhando

Arrepende-se de algo? Lógico, e quem não se arrepende? Mas lembro de não ter ido a alguns shows que jamais se perde na vida, Bryan Adams, e do Black Sabbath, e também de uma certa musica que fizemos a um jogador, sorte que nunca lançamos, mas até hoje damos risada kkkk

Família (defina): Precisa de Harmonia, com essa palavra se vive feliz


Amigos (defina): No facebook tenho vários kkk




Uma triste lembrança: Morte do Fernandão


Uma pessoa que julgas incrível:  Gustavo Kuerten

Como é a  sua ligação com o Internacional? Sou cônsul cultural do clube desde 2007, e logicamente vivencio o dia a dia do clube.



(Como surgiu e até os dias de hoje)
A paixão pelo clube é desde criança a proximidade surgiu quando levamos nossa idéia a uma pessoa próxima a gente que trabalhava no clube ( Aleco Mendes ), passamos a conviver quase diariamente no clube, e depois a fazer amizades, nossa banda Maria do Relento tinha muitos fãs inclusive dentro do clube, o que nos dava aquela ´aurea´ de respeito, enfim apresentamos um projeto coerente de música, empolgação, como tinha fundamento sabíamos que ia longe, como esta indo...

Um jogo inesquecível: Inter x SP no Morumbi

Um lance ou gol inesquecível – A bicicleta do Fernandão contra o coxa.

Um ídolo no futebol:  Dalessandro
  
Como é o Kako torcedor dentro do estádio, tens algum ritual?  Ritual dos 3 sinais da cruz antes do jogo começar.


  
Tu faz parte da Banda Ataque Colorado. Como surgiu a idéia de uma ‘Banda Colorada?”

Então, na sulamericana vimos de perto a Bombonera pulsando e achavamos que humildemente podíamos contribuir para que nossa torcida fosse mais forte e pudesse ter essa participação efetiva nos jogos, procuramos o pessoal da popular, fizemos parcerias, queríamos cantar as musicas deles e propagar isso via cd, clipes, som do estádio ( onde eu era o responsável ) isso ajudaria bastante, e ao mesmo tempo criaríamos sons novos, e espalharíamos isso, chamamos de pulverizar as musicas, e o resultado foi positivo, acho que fizemos um bom trabalho.






Conta um pouco sobre as viagens aos eventos dos consulados.... Tens alguma história curiosa?
Viagens aos consulados são fantásticas, fazemos muitos amigos, sempre encontramos pessoas que se emocionam nos shows, que choram o que nos deixa emocionados também...
Certamente a historia mais curiosa foi ficar  hospedado no melhor hotel de Brasilia, hotel era tão bom que o Presidente Obama ficou la quando visitou a cidade, visitamos uns 3 pubs no interior do hotel, só não visitamos mais porque já estávamos bêbados kkkk




Qual a localidade mais longe que viajaste com a Banda Ataque Colorado? O estado do Mato Grosso, Lucas do Rio verde, bem longe até porque fomos de carro.


  
Onde estavas no dia 17 de dezembro de 2006?  Em casa chorando... kkk


O que esperas do Internacional em 2014? Espero que siga fazendo essa boa campanha, ou campeão ou na Libertadores, essa camisa tem história precisa estar sempre no topo.


  
Deixe um recado aos leitores do site / fan Page  Bar Colorado

Um grande abraço a todos amigos do Bar colorado espero que tenhamos muitas pessoas que gostem do nosso trabalho e que apareçam nos shows, força e fé no colorado que vamos longe !!!


Entrevista feita pela Luciana Lima 



Comentários

Postar um comentário