Obrigado




Até hoje eu acordo e penso no que aconteceu.
Fico me perguntando se é verdade ou foi um  pesadelo...
Infelizmente não, apesar de eu ainda pensar que Ele apenas está viajando.
Foram 10 anos de muitos ensinamentos, uma liderança ímpar, exemplos de honestidade, honra, grandiosidade e humildade, o que mais me fazia admirá-lo.
A perda não foi somente nossa, mas de uma nação inteira que hoje ainda chora a passagem do Maior de Todos.
De minha parte não há arrependimentos. Fiz tudo o que poderia fazer a ele aqui, pertinho...
Escrevi o que pensava ou sentia, colecionei fotos (são mais de 4000), criei ‘fan page’, tatuei 3 vezes no corpo, abracei, conquistei a amizade, disse que amava no mais inocente sentido da palavra e recebi muito!
Elogios, abraços, agradecimentos, sorrisos, gargalhadas, conversas, lindas palavras...
Para ele eu era “a mais louca de todas, uma pessoa que eu adoro!”
Era também a companheira de conversas ‘in box’ sobre o novo projeto.
Conversávamos sobre coisas e pessoas, sobre situações, éramos amigos e quanto mais próximo da sua passagem mais nos tornávamos próximos.
Penso ser coisa de Deus!
Ele era simples. Gostava de andar de chinelos, camisa surrada, bermudas de elástico na cintura, falar ‘gírias interioranas...’
Adorava estar no meio de gente humilde, cantar modas de viola, ouvir sertanejo de raiz...
Ao mesmo tempo sabia ser refinado, vestia-se impecavelmente em ocasiões especiais, portava-se como um ‘Lord.’
E também sabia liderar!
Quando assumia algo, puxava a responsabilidade para si e tornava-se O Gigante.
Seu nome significava ‘Inteligente, Protetor.’ E isso, ele era...
Aos nossos olhos foi uma passagem rápida por este plano, aos olhos de Deus, cumpriu a sua missão.
Foram 36 anos alegrando pessoas da família, orgulhando uma mãe apaixonada, honrando a família que gerou com extremo amor, dedicação e cuidado, amando incondicionalmente a esposa, sua companheira da vida, eterna namorada, deixando amigos a cada dia mais cheios de admiração, dando exemplos de raça, garra, humildade e grandeza a torcedores dos clubes por onde passou ou não, com sua gigantesca luz de líder – campeão.
Fernando era menino sapeca. Adorava brincar, soltar sonoras gargalhadas, viver!
O motivo de Deus o ter chamado tão cedo na nossa concepção, não se sabe, porém se tem certeza de que no outro plano, seja lá onde estiver, nosso amigo estará liderando, sendo útil, cumprindo mais uma missão que lhe foi dada.
Por aqui ficamos nós, órfãos do Maior de Todos, do nosso Gigante, do Eterno Capitão do Mundo...
Hoje somos uma família, uma turma que aos poucos vai se conhecendo e se acolhendo, e nunca, jamais sem deixar de levar essa história de uma vida preciosa que passou por nossas vidas.
Obrigado Fernandão pelas lições de humildade e grandeza!
Obrigado Fernandão por teres nos dado o privilégio da tua companhia!
Para nós tu és ETERNO!

Gratidão e Amor...


Luciana Lima



Comentários