Marcinho Black

Márcio Leandro Almeida dos Santos




Nome: Márcio Leandro Almeida dos Santos vulgo Marcinho Black eheheheh

Profissão: Apresentador de TV, Radialista, Produtor de Eventos e Profissional de Marketing

Uma palavra: Paixão

Uma lembrança de infância: As peladas(no bom sentido hehhe) no campinho atrás do condomínio onde me criei no bairro Cavalhada em Porto Alegre. É Zona Sul na veiaaaa véioooo!!!! 

O que gostas de fazer nas horas vagas? Gosto muito de ler(  atualmente Filhos do Éden do Eduardo Spohr) , assistir programas de futebol e ver filmes. 

Um livro: A Rebelião de Lúcifer do J.J. Benitez e também gostei muito do Físico do Noah Gordon.

Que tipo de som toca no som do carro? De tudo um pouco, do samba ao rock, do rap ao eletrônico.

Um lugar inesquecível: Quintão heheheheheh, sério, minhas lembranças da infância por lá são sensacionais, que saudade daquele tempo.

Um sonho: Ver meu filho nascer(está a caminho) heheheh.

Arrepende-se de algo? Muitas coisas eheheh, mas quem não se arrepende né?

Família: Minha vida, meu alicerce

Amigos: Meu sangue, meus manos eternos



Uma triste lembrança: A morte da minha vozinha Gecy.

Uma pessoa que julgas incrível: Minha mãe, por todo esforço e amor que ela nos deu. Afinal de contas criar 4 negrões não é facil heheheheh.

Como é sua ligação com o Internacional? O Inter é a extensão da minha casa, sempre fui colorado desde a infância, aliás meu vizinho , o saudoso tio Bonotto tentou me fazer virar a casaca de tudo que foi jeito hahahah, mas não deu. Vivo o Internacional internamente desde os meus 10 anos quando joguei na escolinha do Inter, fui atleta do clube até os 18 anos e também joguei futsal lá em 1995 quando o clube tinha a parceria com a ULBRA. Hoje minha responsabilidade é maior, já que meu trabalho também é o Internacional, nunca imaginei em minha vida que fosse representar a nossa torcida em dois veículos de comunicação(SBT e Rádio greNAL), ás vezes tudo parece um sonho.



Um jogo inesquecível: Inter x Barcelona

Um lance ou gol inesquecível: O do Gabirú, todos os dias assisto este gol e choro ehehehehh(sou sentimental oras)

Um ídolo no futebol: Tenho dois na verdade, um é o nosso maluco-beleza Dalessandro, nunca vi ninguém jogar tanto com a camisa colorada. Tenho grande admiração também pelo futebol do Zico, baita craque.

Como é o Marcinho torcedor dentro do estádio, fora trabalho , tens algum ritual? Dentro do estádio sou daqueles torcedores meio "véios" hehehehehe, que gosta de observar a parte tática do time e técnica dos jogadores, acho que porcausa do trabalho me tornei mais racional em relação ao jogo em si. Mas ás vezes a emoção é maior e a máscara cai hehehehe. Nunca fui de ter grandes rituais, talvez a minha maior mania seja de ligar o cronômetro do relógio no início do jogo heheh(mandingueiro véio)



Conta uma história que julgas interessante da tua trajetória como torcedor ou profissional mas que envolva o Internacional: A viagem do ano passado para Coritiba quando enfrentamos o Curitiba, foi minha primeira viagem fora do estado para assistir o colorado, caraca, foi cansativo , mas esta viagem ajudou muito a construir minha história de amor com a minha namor-esposa Cíntia ehehehe, foi a partir daquela viagem que comecei a me dar conta que ela era muito mais do que uma amiga para mim, ela é a mulher da minha vida e será a mãe do meu nenê.

Qual a pessoa mais interessante que tu conheceu durante a tua trajetória no Arquibancada Grenal? Tem duas ehehehe, uma é o maior torcedor do colorado que conheço , o XUXU, apesar de já saber da existência dele há séculos hahahhaa e outra pessoa por incrível que pareça é a minha colega Dani Hill , que figura aquela alemoa, apesar de ser do outro lado kkkkk ela é uma baita maninha!!!!

Participas de alguma torcida organizada? Não. Mas tenho um excelente relacionamento com a galera de todas as organizadas do colorado.



Onde estavas no dia 17 de dezembro de 2006? Na casa da minha mãe, apavorado de nervoso em frente a TV, chorei feito criança naquele dia no ombro da minha vizinha Tia Ana que é secadora ehehehe, mas tudo bem. Minha vózinha, meu irmão Marcelo , minha mãe,todos ficamos muito emocionados.E mais, quando desci do apartamento e fui  dar uma olhada na festa dos colorados do condomínio na área das piscinas ( bah que chique, tá bom negao heheh), depois na tarde tomei o maior trago no aniver do Marlon filho do meu brother Cristiano Cardoso(Rádio Gaúcha), todos colorados ehehehe, foi o dia mais feliz da minha vida até hoje, mas será superado pelo nascimento de meu filho ou filha.

O que esperas do Internacional em 2014? No mínimo respeito com o seu torcedor, saber da importância tanto daquele que tem uma situação social melhor quanto o menos favorecido e a maior demonstração deste respeito será o clube retomar o caminho de um grande título , e tem que ser o Tetra do Brasileirão!!! Menos que isso é desrespeitar o torcedor que está há 35 anos esperando esta glória. Um clube do tamanho do Inter não pode ficar tanto tempo sem ganhar este campeonato. Somos imensos, gigantes do mundo, temos que ganhar o Brasileiro!!!



Recado: Galera torçam muito para o colorado, sejam grandes torcedores mas não deixem a magia do futebol te cegar de outras situações tão ou mais importantes do que nosso time do coração. Dá para ser fã de futebol , sem esquecer do mundo que nos cerca e este mundão não está moleza pra malandro. O Inter no coração, mas a cabeça na importância que cada um tem para formar uma sociedade melhor e mais justa.


Entrevista feita pela Luciana Lima 

Comentários