Paulo Peres

Paulo Francisco Dias Peres 





Nome: Paulo Francisco Dias Peres 
Profissão: Comerciante
Uma Palavra: Paz
Uma lembrança de infância: carrinho de lomba.
O que gostas de fazer nas horas vagas?  
Churrasco no sítio.
Um Livro: The Godfather ( O Poderoso Chefão ), de Mario Puzo
Que tipo de música toca no som do carro? Pop Rock
Um lugar Inesquecível: La Paz na Bolívia

Um sonho: Viajar ao Japão com o Inter

Arrepende-se de algo? De nada em minha vida.

Família (defina):  O alicerce de tudo

Amigos (defina):  Dá para contar nos dedos da mão

Uma triste lembrança: A morte de meus pais

Uma pessoa que julgas incrível:  meu pai

Como é a  sua ligação com o Internacional?
De pai para filho como torcedor comum, e como torcedor de organizada surgiu em 1980, a convite de um colega da escola Parobé. Neste ano entrei em minha primeira torcida organizada, InfluInter, no ano seguinte a torcida se fundiu com a torcida Fico (Força Independente Colorada), torcida que até hoje sou membro e atualmente presidente, desde outubro de 2011. Infelizmente assumi tal posto, após a morte do grande amigo Marcelo Kripka, que presidiu a torcida por mais de 30 anos.



Um jogo inesquecível: O jogo entre Estudiantes de La Plata vs. Internacional, pela libertadores de 2010. Chegamos com 13 minutos de jogo no estádio de Quilmes, e logo em seguida saiu os dois gols do time argentino. Quase no final do jogo, em meio a fumaça que tomava conta do campo pela comemoração da torcida argentina, Giuliano empurrou a bola para as redes, para delírio da torcida, o que classificou o Inter para as semifinais da libertadores daquele ano. Nunca me esquecerei dessa noite.

Um lance ou gol inesquecível: Gol de Falcão contra o Atlético-Mg, da famosa tabelinha de cabeça com Escurinho, pela semifinal do campeonato brasileiro de 1976  

Um ídolo no futebol: Fernandão, um jogador inteligente e símbolo da fase mais vitoriosa do Sport Club Internacional.


Como o Paulo torcedor dentro do estádio, tens algum ritual?
Em jogos importantes, o sinal da cruz e um beijo nas medalhinhas de São Jorge e Nossa Senhora, no início de cada tempo.



Fale um pouco da Torcida Organizada da qual faz parte:
(História, atualidade, viagens, como fazer para integrar a torcida?)
Uma verdadeira torcida organizada, que podemos dizer, uma torcida “família”, livre de drogas e composta por associados de 8 à 80 anos. Atualmente conta em torno de 150 integrantes, todos associados ao clube. O lema da torcida Super Fico é “Sempre ao lado do Inter!”, assim procuramos estar presente em todos os jogos fora de casa, quando possível fazemos excursões com os integrantes. Para integrar a torcida é necessário respeitar o perfil da torcida, para entrar em contato, (51)9981-6686, ou pelo facebook na página Super Fico.



Tens uma passagem curiosa para nos contar das tuas andanças junto ao Internacional?
Após o primeiro jogo da final da libertadores de 2006, nosso ônibus estragou logo ao sair do estádio, estacionamos em um posto, e por lá ficamos 14 horas até retomarmos viagem, porém sem nenhum estresse, pois estávamos com uma mão na taça. Nesta parada forçada, conhecemos diversas pessoas, torcedores de outros clubes de São Paulo.

Onde estavas no dia 17 de dezembro de 2006?
Em casa, sozinho por opção.


O que esperas do Internacional em 2014?
O tetra nacional.



Deixe um recado aos leitores do site / fan Page  Bar Colorado:

 A instituição Sport Club Internacional acima de tudo, de torcida, jogador, presidente...



Entrevista feita pela Luciana Lima 

Comentários