Heide Colorada



Das roupas velhas do pai...
Eu sempre vesti vermelho. Acho que quando estava sendo alimentada na barriga da minha mãe, meu pai deveria estar mandando mensagens telepáticas repetindo: Inter Inter Inter , tanto tempo quanto possível.
Nasci numa família de duas cores. Mais da metade azul. Minha primeira camiseta de time de futebol foi azul. Mas meu pai, este, na espera, calado e observando, esperou e no meu primeiro ano de vida e me vestiu de vermelho. Grudou o símbolo alvi rubro no meu peito. E ali ele ficou.
Cresci Colorada. cresci e aprendi a apanhar de todo lado, nas épocas idas da seca de títulos. Mas a herança vermelha, geneticamente herdada de meu pai, sempre foi mais forte. Este amor passou para mim como uma energia que ilumina e aquece.
Meu pai já se foi, Mesmo depois de tanto tempo de sua partida, não passa um jogo em que eu não feche os olhos e divida com ele um grito de gol. Ou a lágrima da derrota.
Toda vez que canto: "sempre levarei comigo", canto pra ele, para este homem tão especial. Porque se levo este amor comigo, mau pai, agradeço a ti que me ensinou a vestir esta camisa como uma segunda pele, a torcer mesmos nas mas, a vibrar por este clube em qualquer momento, pois como tu me dizia, amar o lindo, o vencedor, o infalível, é fácil.
Mas o amor verdadeiro, este só vai ser comprovado se nas horas difíceis o abraço vier, a compreensão imperar. O amor verdadeiro ama as imperfeições e não bate nos momentos frágeis. Este amor foi ceifado, foi cultivado. Este amor Colorado é mais que uma paixão. É um orgulho. Porque a mão que segurou a minha, pequena ainda, no primeiro jogo que fui, hoje já não segura mais. Mas quando fecho meus olhos ainda sinto esta proteção. E quando Meu Inter entra em campo, posso sorrir. Porque neste exato momento, posso ouvir a voz cheio de expectativa e posso ver o sorriso em sua boca. Ao longe escuto....Vamos meu Colorado. Vamos vamos vamos.
Que saudades, meu pai. Que saudades. Obrigado, meu pai. Obrigado.
Serei Inter. Mesmo que o mundo acabe.
Feliz dia dos pais.

Heide Colorada

*Texto enviado para o site é de inteira e exclusiva responsabilidade do autor


Comentários